Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vidas que, quer queiramos quer não, fazem parte de nós.


28
Dez14

E mais outro? Ai é?!

por Eu, simplesmente!

Olá, minha pequenina linda!

Sim, é contigo que estou a falar e não finjas que não ouves, ok?

 

 

- Queres saber uma coisa? Passaram há pouco por aqui estes porquinhos, e sabes o que me disseram? Que fazias hoje 7 meses. É verdade? Não te parece que estão enganados?

- ...

- Vamos lá fazer as contas.

- ...

- Estás a ver as tuas mãozinhas?

- Estou, e depois?

- Abre a mão e conta os dedinhos.

- E como é que isso se faz?

- Estás ao colo da mamã?

- Sim!

- Então, pede-lhe que te ensine. 

- ...

- Já está?

- Sim.

- Quantos dedinhos é que a mamã disse que tinhas nessa mãozinha?

- Cinco.

- Muito bem. Agora...

- ... agora se não fosses aborrecida é que era bom!

- Calma. Que mau feitio!...

- Vá, diz lá!

- Na outra mão conta só mais dois dedinhos.

- Mau! Há pouco querias que contasse todos, agora só dois?... É que o papá, que também está aqui, diz que nesta mão também tenho cinco.

- Mas isso não me interessa.

- Interessa-me a mim, ora essa!

- Olha que te ponho a chucha e não falas mais.

- Atreve-te, vá atreve-te!

- Não disfarces. Qual é a soma dos cinco dedinhos de uma mãozinha com os dois da outra?

- Olha que és mesmo aborrecida, sabias?!

- Não quero saber de nada disso.

- ...

- Estou à espera.

- São 7, quantos havia de ser?!

- Faz hoje precisamente 7 meses que nasceste, sabias?

- Mas que grande novidade! Claro que sabia! Os meus papás já quase me arrancaram um bocado às bochechas com tantos beijinhos que me têm dado.

- E não estás feliz por isso?

- Estou, mas estaria muito mais se te fosses embora. És muito, mas mesmo muito aborrecida.

- És feia, tu! Venho dar-te os parabéns, toda contente, e é assim que me tratas?

- ...

- Podes dar um abraço de parabéns aos papás?

- Sim! E aos manos?

- A quem?

- Aos meus manos.

- Ah, aos manos! A esses dá um beijinho, mas devagarinho, tem cuidado, está bem?!

- Eu tenho, eu sei que ainda são muito pequeninos.

- Pronto, vai lá mudar a fraldinha. Com esta conversa toda deve estar encharcada.

- És muito...

Sim, já sei!!!

 

Depois desta "conversa" mais do que improvável, quero dar, a todos vós, os parabéns e desejar as maiores bençãos para a vosso pequenina. 

Que Deus a guarde e proteja sempe.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Mensagens