Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vidas que, quer queiramos quer não, fazem parte de nós.


14
Jul14

FOME, a vergonha!

por Eu, simplesmente!
Fome.

Fome de mulheres grávidas.
Fome de bebés.
Fome de crianças de todas as idades.

Fome.

Fome de desempregados.
Fome de empregados com ordenados miseráveis.
Fome de gente que toda a vida trabalhou/poupou, numa tentativa de ter um final de vida digno.

Fome.

Fome sofrida por velhos que morrem à mingua.

FOME.

A vergonha de um país dito civilizado.
A vergonha que ficará para a História, com nomes responsáveis.

FOME.

A fúria, a raiva, a revolta, a dor de quem se vê impotente para a debelar
A fúria, a raiva, a revolta perante a impotência de punir/banir os responsáveis pela tragédia.

Sim, há responsáveis, e não poucos!
Esses, famintos não de pão, mas de dignidade, de respeito, de carácter, famintos de saberem ser gente.

FOME.

Fome no mundo, näo!
Fome no meu País, não!

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Argos a 15.07.2014 às 22:21

Não sei! Se estivessem famintos de saberem ser gente, talvez encontrassem o caminho certo.

Abraço grande
Imagem de perfil

De Eu, simplesmente! a 20.07.2014 às 21:54


Saberão o significado, o verdadeiro, do que representa ser gente?

Abraço grande.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Mensagens