Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vidas que, quer queiramos quer não, fazem parte de nós.


28
Out14

Parabéns, linda!

por Eu, simplesmente!

Mais um mês, princesa?

É verdade! E já fazes cinco meses, cinco.

Ena, tantos, não é?

E cada vez mais bonita, e esses olhos cada vez mais azuis, e toda tu uma beleza que vai para além, muito além, da vulgaridade.

Vaidosa!

 

 

 

- Já viste como estás crescida?

Se estás tão crescida como a mamã? Não diga tontices, ouviu? Calma, ainda falta um bocadinho.

- E como o papá?

- Também não, ainda falta mais.

- E como a avó?

- Um bocadinho menos.

- E como o avô?

- Um bocadinho mais.

- E como a bi?

- Um bocadinho menos.

- Menos que a avó?

- Sim!

- Então quero ser igual à bi.

- Ora, menina não diga tontices. A menina tem que crescer devagarinho, como todos os meninos. 

- Buuuááááááá, quero ser crescida depressa, buuuáááááá!

- O que foi que disseste baixinho que nem percebi?

- Que te vão chamar tonta, eh, eh, eh!...

- Porquê?

- Depois deste diálogo improvável, o que esperas?

- Eu? Nada, rigorosamente nada. Estas conversas são só nossas, ou não?

- Sim!

- Então, pronto! 

 

Que Deus te proteja, pequenina, que Deus te abençõe vida fora. Que a vida nunca te seja madrasta.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Mensagens